O que fazemos

A criação da Laudes Foundation é uma resposta à dupla crise global - a do colapso climático e a da desigualdade social. Apoiamos ações corajosas e inovadoras que  inspiram e desafiam a indústria a utilizar seu poder para o bem comum.

Ao oferecer capital filantrópico, conhecimento e conexões aos nossos parceiros, trabalhamos coletivamente por meio de setores específicos para ajudar a catalisar uma mudança sistêmica. Ao mesmo tempo, trabalhamos com todas as indústrias, influenciando o mercado financeiro para que este se mova em direção à nova economia, que valoriza pessoas e a natureza.

Essas duas estratégias são projetadas para ajudar a acelerar o movimento existente rumo à transição para a uma economia justa e regenerativa.

Nova economia

O sistema econômico atual opera sob uma série de princípios deficientes: que os recursos são infinitos, que os custos podem ser reduzidos em detrimento do bem-estar das trabalhadoras e trabalhadores e que as empresas - especialmente as de capital aberto - devem responder a ciclos de curto prazo e outros incentivos não alinhados a uma visão sustentável. Esses princípios têm contribuído de forma significativa para as crises atuais. 

Para ajudar a mudar o sistema, trabalhamos por meio dos mercados financeiros, políticas e indústrias. Nosso objetivo é trazer equilíbrio entre o valor do lucro, das pessoas e da natureza e, colaborativamente, criar uma nova definição de valor para além do interesse dos acionistas.

Novo pensamento econômico

Há uma onda de pensamento econômico vindo do meio acadêmico, da sociedade civil e think tanks  que reflete a necessidade de enfrentar a desigualdade social e levar em consideração todos os membros de uma comunidade. A Laudes Foundation concentra-se em passar essas ideias da teoria à prática, transformando o pensamento em política, regulamentação, legislação e novos modelos de negócio.

Novos modelos - negócios e valor  

O capitalismo inclusivo precisa tanto de coalizões de alto nível quanto de inovação no campo. Nós trabalhamos com a indústria e os agentes financeiros para mudar as práticas de investimento e apoiar novas formas de fazer negócios que reconheçam todas as partes interessadas, os limites ecológicos e que incorporem os princípios da economia circular.

Regulamentação, política e tributação

Embora os reguladores estejam, cada vez mais, incorporando globalmente a questão do risco climático, ainda há um longo caminho a ser percorrido para descarbonizar a economia. Por meio da regulamentação, política e tributação podemos usar mecanismos legais para abordar a injustiça tanto climática quanto social. Apoiamos políticas inteligentes, orientadas para a ação, que façam a diferença de forma positiva.

 

Moda

 

A indústria da moda tem um grande impacto negativo nas áreas social e ambiental. Juntas, as indústrias de vestuário e calçados representam pelo menos 8% dos impactos climáticos globais. A falta de transparência e pressões sobre a produção criam condições para que abusos trabalhistas continuem ocultos nas cadeias de suprimento. Ao mesmo tempo, a produção e processamento de materiais podem causar danos aos trabalhadores, às comunidades agrícolas e ao meio ambiente.

Acreditamos que a indústria pode ser uma força para o bem. Com base nas iniciativas e experiência do Instituto C&A, continuamos a trabalhar com parceiros em todo o setor e em todo o mundo para transformar o mercado.

Direitos e Trabalho

A tendência por um consumo de moda rápido e barato ameaça as vidas e subsistências de trabalhadores que lidam com vestuário. Eles estão no centro da indústria da moda mas, muito frequentemente, seus direitos são ignorados ou impactados. 

Ao distribuir valor que vá além do interesse dos acionistas, de forma a incluir outras partes interessadas, é possível que os trabalhadores sejam tratados de forma justa e recebam um salário digno.

Atuamos com parceiros em todo o mercado da moda para abordar as más condições de trabalho, além do trabalho infantil e forçado. Ao apoiar os trabalhadores da área de vestuário para que possam expressar suas próprias preocupações, por meio da transparência para criar responsabilização e uma melhor tomada de decisões e ao criar um ambiente político mais favorável, ajudamos a transformar a indústria no longo prazo.

Materiais

O crescimento do consumo de fibras à base de combustíveis fósseis está contribuindo para a degradação climática. Para ajudar a mudar isso, trabalhamos em duas áreas:

  • Em termos de práticas agrícolas, observamos além da cultura do algodão e buscamos uma visão mais abrangente do cenário para ajudar a garantir condições adequadas de subsistência às agricultoras e agricultores, que as culturas sejam regenerativas, que a terra seja restaurada e que a biodiversidade seja preservada;
  • Em termos de demanda da indústria, ajudamos a tornar visível o custo real dos materiais não sustentáveis, ao mesmo tempo em que apoiamos o desenvolvimento de alternativas. E trabalhamos para um ambiente mais favorável onde a política e os investidores recompensam melhores práticas e a sustentabilidade. 

 

Construção civil

A construção civil inclui as estruturas feitas pelo homem, recursos e instalações onde as pessoas vivem e trabalham. Infelizmente, as práticas atuais dessa indústria têm consequências negativas para o clima, respondendo por aproximadamente 40% de todas as emissões de carbono no mundo. Acreditamos que a inovação, adaptações e colaboração podem ajudar a criar espaços saudáveis, inspiradores e neutros em carbono.

Edifícios neutros em emissão de carbono

Ao reunir e apoiar investidores, desenvolvedores, arquitetos e influenciadores, apoiamos os agentes de mudança para que comprovem o que é possível ser feito para todo o mercado: todos os edifícios podem ser neutros em carbono, inspiradores e saudáveis para vivermos e trabalharmos.

Um farol para a construção civil

Seguindo o exemplo do Fashion for Good, uma plataforma global para a inovação da moda baseada em Amsterdã, vamos apoiar um projeto para inspirar novos pensamentos e abordagens na criação de estruturas e instalações que se concentram em torno das pessoas e da natureza.