Teoria da Mudança

Nossa Teoria da Mudança interativa ilustra como as intervenções da Laudes Foundation contribuem para mudanças de curto e longo prazo. Ela orienta nossas ações, molda nossas decisões sobre parcerias, informa como monitoramos e avaliamos as relações existentes e fornece uma estrutura para avaliação de impacto.

Explore nossa Teoria da Mudança

Filantropia Eficaz

Trabalhamos próximos aos nossos parceiros para ajudá-los a serem efetivos. Quando uma organização parceira é forte, diversificada e focada no aprendizado, ela é capaz de proporcionar um maior impacto. 

Desenvolvimento Institucional e Redes

Por meio do apoio institucional é possível reforçar as capacidades das organizações parceiras para que cumpram suas missões e apresentem resultados eficazes. Também criamos oportunidades para que os parceiros atuem em rede e promovam a transformação em toda a indústria e apoiamos iniciativas que possibilitem a criação de ambientes propícios a essa mudança. 

Além das parcerias e apoio institucional, nossos parceiros podem candidatar-se a dois fundos:  

  • Fundo de Emergência

Ao mesmo tempo em que apoiamos iniciativas, procuramos assegurar os parceiros que trabalham em ambientes cívicos e políticos sensíveis, ou que enfrentem situações de emergência em geral.

  • Fundo de Aprendizado

O Fundo de Aprendizado permite que os parceiros atuais realizem trocas de conhecimento e aprendam com seus pares. 

Gênero, Equidade e Inclusão

Reconhecemos que muitos dos desafios para enfrentar os impactos climáticos e acabar com a desigualdade estão enraizados em sistemas arraigados de discriminação e exclusão. Para transformar o mercado em uma força para o bem, precisamos trabalhar para desmantelar esses sistemas de opressão.  

É por isso que trabalhamos com nossos parceiros, desde a concepção de projetos até a sua avaliação, para garantir que Gênero, Equidade e Inclusão (GEI) sejam parte de tudo o que fazemos. É importante ressaltar que procuramos fortalecer GEI não apenas nas iniciativas de parceiros e suas organizações, mas também em nossa própria equipe. Leia nossa Declaração sobre Gênero, Equidade e Inclusão.

Aprendizado e Avaliação Organizacional

Aprendendo com o que funciona e o que não funciona, podemos melhorar a nossa eficácia e a de nossos parceiros e assim realizar mudanças estruturais. 

Fazemos isso construindo uma cultura de reflexão crítica e avaliação dentro da Laudes Foundation e compartilhando resultados e lições aprendidas. Solicitamos feedback às organizações parceiras sobre as iniciativas e sobre nosso desempenho como parceiros. Também oferecemos oportunidades para fortalecer sua capacidade de aprender e melhorar.

É preciso atenção e esforço constantes para construir uma cultura de troca e aprendizado dentro de nossa organização, com nossos parceiros e por todo o setor de investimento social privado. É por isso que o aprendizado é fundamental para a nossa atuação.

Trabalhando juntos

Junto com nossos parceiros, criamos 10 princípios de como podemos trabalhar para transformar a indústria. 

  1. FOCAMOS no impacto que queremos ter sobre as pessoas, o meio ambiente e as comunidades nas quais trabalhamos.
  2. COLABORAMOS para obter o maior impacto. Criamos parcerias com outras organizações na busca pelos objetivos comuns e promovemos conexões entre elas e suas redes.

  3. Geramos COMUNICAÇÃO ao ouvir atentamente, sendo realistas e francos.

  4. Alinhamos e COCRIAMOS nossas parcerias priorizando os pontos fortes, experiência em campo e conhecimento uns dos outros.

  5. Somos mutuamente RESPONSÁVEIS pelos compromissos assumidos na parceria.

  1. APRENDEMOS do começo ao fim. Construímos processos formais e informais de feedbacke avaliação. Coletamos e compartilhamos lições uns com os outros e externamente.

  2. Somos FLEXÍVEIS para adaptar planos e desenvolver parcerias. Reconhecemos mudanças internas e externas, lições aprendidas e riscos não previstos.

  3. Somos OUSADOS e assumimos os RISCOS. Ousamos desafiar as normas e os mindsets que tornam as indústrias extrativas, exploradoras e injustas. 

  4. Tornamos a INCLUSÃO SOCIAL o ponto central de nosso trabalho. Abordamos a diversidade, a igualdade e a inclusão em nossas iniciativas.

  5. Cultivamos a confiança e relacionamentos fortes em todas as parcerias para abordarmos a DINÂMICA DO PODER.