Avaliação de Eficácia Global do Instituto C&A (2014 – 2019)

18 January 2021

Em 2019, o Instituto C&A encomendou uma Avaliação de Eficácia Global (Overall Effectiveness Evaluation, OEE), que é uma avaliação independente e avalia a eficácia programática e operacional da organização como um todo, a fim de aprimorar a sua atuação de modo a atingir sua visão, a partir de um claro entendimento de seu desempenho passado. A OEE analisou os resultados do Instituto em todas as áreas e programas.

A avaliação verificou que o Instituto alcançou um conjunto de resultados animadores em todos os programas entre 2014 e 2019, especialmente nos seguintes temas: (1) moda circular, (2) materiais (algodão orgânico e sustentável) e (3) condições de trabalho. Com isso, o Instituto estabeleceu-se como um ator relevante e confiável no sistema da indústria da moda na busca para sua transformação em direção a uma atuação mais justa e sustentável. Entretanto, também se detectou que o processo de transformação da indústria da moda ainda está no estágio inicial.

A OEE constatou que, como organização, eram necessárias melhorias nas operações de grantmaking (doação), governança, pesquisa e aprendizagem, entre outrasEsta constatação contribuiu significativamente para a criação e desenvolvimento de estratégia da Laudes Foundation, que abrigou boa parte do trabalho feito anteriormente pelo Instituto C&A.

Vale lembrar que no Brasil, o Instituto C&A continua existindo, agora com novo escopo de atuação e mais próximo ao negócio C&A, liderando iniciativas de voluntariado empresarial com foco no setor da moda.

-

Duração: de 2014/2015 à 2019/2020

Geografia: Global


Recomendações e plano de ação

Recomendação

Resposta

Ação planejada

Conclusão 

Encerrar a associação de marca entre a Instituto C&Aà nível global  e a empresa C&A e redefinir a relação através de um acordo de parceria com mecanismos claros e iniciativas conjuntas.

Aceita

A recomendação confirmou o desenvolvimento da Laudes Foundation e (começou antes do início desta avaliação) e a importância de seu estabelecimento como uma organização filantrópica privada de interesse público, e não como uma organização vinculada a uma empresa.

Como uma nova iniciativa associada à empresa familiar Brenninkmeijer, a Laudes Foundation está ancorada em seis gerações de empreendedorismo e filantropia, posicionando-se ao lado dos negócios da COFRA e de outras iniciativas de filantropia privada da família, tais como PorticusGood Energies Foundation e Argidius Foundation.

Concluído

Retirar o programa Fortalecimento de  Comunidades) do portfólio e transferi-lo à empresa C&A para que seja integrado a sua estratégia de responsabilidade social corporativa e portfólio.

Aceita

O trabalho do fortalecimento de comunidades incluindo assistência humanitária, envolvimento de funcionários e voluntariado - que tem sido extremamente valorizado, especialmente por voluntários e funcionários da C&A, não foi migrado para a Laudes Foundation.

Os negócios da C&A assumiram a gestão desse programa (no Brasil, o Instituto C&A, agora com novo escopo de atuação e mais próximo ao negócio, continua liderando as iniciativas do programa) e estão recebendo uma alocação de fundos da COFRA para a implementação de ações filantrópicas conduzidas pelos funcionários desde janeiro de 2020. Esta mudança pode causar alteração e/ou encerramento de algumas ações importantes. A empresa C&A reconhece que esses programas tiveram enorme impacto ao inspirar funcionários e contribuir com as comunidades locais.

A empresa desenvolverá sua abordagem para dar continuidade as ações de filantropia conduzidas por funcionários de forma que estejam cada vez mais alinhadas com seus objetivos e prioridades.

Concluído

Formalizar as alavancas estratégicas e orientar o envolvimento filantrópico, possibilitando mudanças sistêmicas e mais eficiência, por meio da criação de parcerias e da alocação de recursos humanos, financeiros e outros, de formas inovadoras e sofisticadas e estrategicamente complementares que os potencializem.

Aceita

Informações contidas nesta recomendação foram utilizadas como base para o desenvolvimento da estratégia da Laudes Foundation, que desde então tem aprimorado as alavancas estratégicas a fim de enfrentar os desafios provocados pelas mudanças climáticas e pelas crescentes desigualdades.

A nova Teoria da Mudança da Laudes Foundation reflete essas abordagens aprimoradas.

Até o final de 2020

Manter e expandir o uso estratégico da abordagem de "ponto de alavancagem" em todos os programas, combinado a uma perspectiva elaborada de mudança sistêmica que inclua apoio a iniciativas de políticas públicas. A Fundação, portanto, posicionaria seu trabalho para causar impacto direto nas comunidades locais, beneficiários e sistemas organizacionais específicos, ao mesmo tempo em que implementa uma estratégia para alterar os sistemas subjacentes de apoio.

Parcialmente aceita

A recomendação informou parcialmente e foi fonte de inspiração na definição das indústrias e regiões geográficas que são foco de atuação da Laudes Foundation a fim de influenciar os sistemas com os quais trabalha de forma mais ampla.

Entretanto, não estamos usando uma abordagem de ponto de alavancagem para estabelecer e formatar nossas escolhas estratégicas, uma vez que é muito limitada, pois sugere centros geográficos que não refletem completamente o posicionamento da Laudes.

Até o final de 2020

Direcionar uma parte dos recursos de comunicação, parcerias e programas da para um engajamento intencional, de forma direta e indireta, com cidadãs e cidadãos e consumidoras e consumidores, reunindo atores diversos com a intenção de aumentar a conscientização global e alterar a narrativa da moda, a fim de transformar a mentalidade da sociedade - cidadãos, consumidores, marcas e outros atores importantes.

Parcialmente aceita

A recomendação informou parcialmente o trabalho da Laudes Foundation na mudança de narrativa no que diz respeito à moda, finanças e construção civil.

Além disso, reorganizamos nossa função de comunicação para fortalecer o papel de influência da Fundação (por exemplo, agora as comunicações incluem um posicionamento mais contundente, com defesa e mudança de narrativa).A equipe de Comunicação e Marca está trabalhando de forma multidisciplinar, certificando-se de que as demais equipes - programática, de apoio e operações - tenham as ferramentas necessárias para influenciar e, mais importante, garantindo que a Laudes Foundation seja consistente nas mensagens externas de modo a influenciar cidadãos, autoridades e partes interessadas do setor.

Até o final de 2020

Adequar a estrutura global da Fundação para melhorar as sinergias entre as equipes de programas em regiões geográficas específicas e superar silos programáticos. Redefinir os escritórios do Brasil, Índia e Hong Kong como escritórios regionais para a América Latina, Ásia Meridional e Ásia Oriental, com supervisão sobre outros escritórios locais em cada região. A medida que haja expansão do trabalho em outras regiões, considerar a possibilidade de ampliação da atuação e aumento das equipes.

Não aceita

Esta recomendação foi feita com o propósito de aumentar a comunicação e a colaboração entre programas. Embora não tenhamos reestruturado nossas operações regionalmente, através da estratégia de cinco anos da Laudes Foundation, projetamos resultados integrados que estimulem todas as equipes - programáticas e de apoio - a trabalharem juntas. Ao mesmo tempo, mantivemos núcleos de escritórios nacionais e do setor em Bangladesh, Brasil, Hong Kong e Índia para nosso trabalho na indústria da moda (que, devido ao pequeno número de países em que operamos, não requerem escritórios regionais).

Concluído

Revisar as modalidades de parceria e doação para promover de forma mais eficiente a busca da Fundação por resultados eficazes e sustentáveis. Proporcionar doações maiores e de longo prazo. Disponibilizar uma proporção maior de recursos financeiros de apoio institucional para organizações da sociedade civil e outros parceiros como parte de uma estratégia de formação de campo intencional em áreas e regiões geográficas específicas. Continuar fornecendo e viabilizando assistência não monetária, inclusive através de processos de aprendizagem entre pares.

Aceita

Em 2020, revisamos minuciosamente nossos processos de doação, com base nos resultados da avaliação e do Relatório de Percepção de Parceiros. Quando apropriado, ofereceremos apoio operacional básico e institucional a parceiros com os quais já construímos uma relação de confiança, como parte da estratégia de apoiá-los no seu desenvolvimento e e como parte da nossa missão na busca por mudanças sistêmicas.

Durante todo o ano de 2020, oferecemos maior flexibilidade e apoios não financeiros aos nossos parceiros, tanto como parte das operações regulares quanto em resposta à COVID-19 (através de nosso fundo de emergência e apoio não financeiro aos parceiros).

Além disso, também criamos um Fundo de Aprendizagem exclusivo para viabilizar processos de aprendizagem entre pares nas organizações parceiras.

Até meados de 2021

Assumir uma posição clara e detalhada sobre gênero, igualdade e inclusão, programática e organizacionalmente, complementando com uma estratégia operacional que forneça orientações de implementação sólidas e coerentes para todos os funcionários e parceiros.

Aceita

Gênero, equidade e inclusão (GEI) são fundamentais para o trabalho da Laudes ao abordar questões climáticas e de desigualdade em todos os setores de atuação escolhidos e, dessa forma, estão perfeitamente integrados a nossa estratégia e Teoria da Mudança. 

Além disso, reposicionamos o GEI como parte da área Filantropia Eficaz com o objetivo de atribuir uma maior importância desses aspectos nas nossas doações, operações e avaliação. Para tanto, recrutamos dois colaboradores em período integral para fornecer orientações internas e externas (para parceiros) sobre GEI a partir do primeiro trimestre de 2021).

Até meados de 2021

Reestruturar a governança para assegurar sua legitimidade contínua, além de refletir de forma mais apropriada seu posicionamento e propósito pretendidos como força transformadora para o bem, de acordo com seus valores declarados. Adequar a estrutura da liderança para criar uma organização mais ágil.

Aceita

A Laudes levou em conta a necessidade de melhorar a diversidade de sua governança recrutando membros externos para seus vários comitês de governança, complementando a experiência e as habilidades dos acionistas e filantropos. Além disso, a criação de uma equipe de gestão, que assume responsabilidade conjunta pelo sucesso da Fundação, permitiu que a Laudes tenha uma tomada de decisão mais eficaz.

Até o final de 2020

Redirecionar as funções de Comunicação e Filantropia Eficaz, bem como Pesquisa, para que estejam de acordo com as ambições de mudança sistêmica da Fundação.

Aceita

Como acima, reestruturamos a função de comunicação conforme apropriado.

A área de Filantropia Eficaz foi reestruturada, acrescentando outras funções (supervisão de pesquisa - função importante para promover a aprendizagem organizacional - e integração do GEI em tudo que a Fundação faz) que passam a fazer parte dos processos de avaliação e gestão de desempenho já existentes. Além disso, a abordagem avaliativa e de aprendizagem da Laudes foi revisada para usar rubricas avaliativas e classificações que são mais adequadas para medir e avaliar mudanças sistêmicas.

Até o final de 2020

Aumentar a eficiência das doações por meio da criação de diretrizes sobre o tempo desejado e os processos necessários para análise e processamento das propostas/pedidos de doação através de etapas bem definidas.

Aceita

Esta recomendação reflete os resultados do último Relatório de Percepção de Parceiros e atualmente estamos revisando o processo de doação para reduzir a sobrecarga dos parceiros e possibilitar uma melhor tomada de decisão interna. As mudanças serão implementadas completamente até meados de 2021 e acompanharemos a sua evolução. Também pediremos feedback no próximo Relatório de Percepção de Parceiros, em 2022.]

Até meados de 2021

 

As opções de resposta da gerência são:

  • Aceita, que significa totalmente aceita: a organização acredita que a recomendação deve ser completamente implementada, sendo que a resposta deve mostrar como e até quando isso deve ser feito.
  • Parcialmente aceita: a organização acredita que parte da recomendação é equivocada ou não aplicável e não responderá a tal parte, mas aceita e tomará medidas em relação à outra parte. Observe que é necessário dar o motivo para o aceite parcial.
  • Não aceita: a organização acredita que a recomendação está baseada em constatações incorretas ou não trata os pontos indicados de maneira apropriada. O motivo da não aceitação deve ser informado.